top of page

Profile de um babaca



Senha:*********



Conectado. 24 horas. Senha memorizada. Surfando na timeline, vamos aos acontecimentos do dia. Humm… hoje acontece aquele evento em que confirmei presença só pra parecer descolado, mas vou escrever um texto criticando a futilidade das pessoas em festa. E vou compartilhar essa promoção da festa primeiro. Acho que renderá curtidas daquela gatinha intelectual que posta foto de biquíni do peito siliconado com a frases de Nietzsche que ela achou numa pesquisa no Google. Nossa quanta gente adulta eu encontro aqui. Tomara que dê match com todas que curti, afinal minha autoestima precisa de uma inflação, mas ninguém precisa saber disso. Sou foda como meu login. Foto de mulher? CURTO TODAS! Porque claro, se né, curtirem de volta, tenho sexo garantido. Por falar em sexo, tenho que manter meu perfil de “homem de família tradicional brasileira”, e tenho que curtir as páginas que são contra casamento gay, pois aparelho excretor não reproduz, mas tem rede social, também tenho que criticar o atual governo, pois tá na moda o estilo impeachment. Ahh!! Pena de morte, óbvio, bandido bom é bandido morto, esse bando de gente que fala de direitos humanos são todos uns maconheiros que acham legal dizer que amam as pessoas e lutam por cotas, favela, passagem de ônibus. Uma puta coisa de pobre. Tem que compartilhar mesmo vídeo de policial batendo em bandido e sendo condecorado, eles são nossa segurança, são pessoas idôneas e livres de corrupção. Eu não sou pobre. Faço faculdade particular, passo fome às vezes, mas to sempre no estilo, camarote vip, aquele destilado com energético e as prestações do carro atrasadas. Olha que irado! Um texto enorme que começa falando de algo que nem vou ler, mas curtirei pra manter meu lado leitor crítico. Tenho que curtir as páginas de séries que nem vejo, mas tá na moda ver séries pra poder criticar a merda que passa na TV aberta. Já sei, vou mandar indireta pra esse povo que fala de política, principalmente pra gente de esquerda, de humanas, e no final ainda vou falar que odeio política. Eu vendo voto mesmo, tô nem aí. Antes o meu do que o resto. Todo mundo vende. Aqui na rede social é um faz de conta, e eu sou revolucionário, então vou jogar as verdades que li numa revista de fofoca famosa, pois quem teria maior credibilidade que eles? Ahh!! ponto alto do dia: criticar o BBB. Esse lixo televisionado que só serve pra alienar o povo, apesar de eu não saber o que significa alienar, mas achei legal quando li isso numa camiseta. E vou compartilhar o vídeo íntimo de uma participante que acabou de entrar. Culpa dela. Moça de família não faz essas coisas, Se faz é porque quer dar e aparecer na rede. Opa!! Recebi um nudes. Vou responder: #vaisafadao. Hipocrisia? Palavra que é bonita dizer sobre os brasileiros. Povo nojento. O Sul é meu país! O mais perto da Europa que o Brasil chegou, foi aqui. O Nordeste tem que se foder mesmo. Não fazem nada. Bando de preguiçosos. Eles não têm educação porque não querem, a escola pública tá lá. Esses idiotas roubam nossas vagas em faculdades só por serem pobres e burros. Abaixo as cotas. Negro não quer ser igual a mim? Então eles que estudem como eu não fiz, mas eu posso pagar, então foda-se. Assim é o Brasil mesmo, todo mundo dando seu jeitinho, por isso não vai pra frente. Que isso? Senha grátis pra ver filme na internet? Preciso disso! Não existe essa de pirataria, todo mundo faz. Arte não é apenas expressão? Entao, não tem porque eles ganharem dinheiro. Aff!! Odeio gente que quer que todos sejam iguais. A divisão de classes é necessária, sim. Afinal, se todos fossem iguais, o que eu faria com todas as coisas que tenho pra ostentar? Principalmente porque eu quero ter uma arma. O povo de bem precisa se proteger desses favelados.



Lá vem as lésbicas feministas. Mulher é menos que o homem sim. Choram, sangram, ficam grávidas, ou seja, lugar delas é em casa mesmo. O homem é quem é alfa. Eu não vou deixar minha mulher ganhar mais que eu, pois ser sustentado pela mulher é coisa de cafetão. Feminismo é só vitimismo, falta de pau nessas vadia. Ficam usando essas micro-saias, biquíni fio dental, tatuagem na virilha e querem respeito? Tão querendo mesmo é abrir as pernas. Vagabunda é vagabunda, não adianta. Liberdade tem limite. Eu gosto mesmo é da putaria, mas vou desejar um “Bom dia à todos, e que deus esteja com vocês” pra poder ser visto como um homem pra casar. #Deusnocomando. Nem droga uso. Esse papo de legalização, descriminalização, é tudo coisa de gente drogada que quer se chapar até entrar em overdose. Todos deviam ser que nem eu, porque tipo, Eu só bebo. Bebida não é droga. Toda minha família bebe, tem comercial na TV, e usar mulher na propagando é ideal.



Ser inteligente me cansa, como esse povo não enxerga que eu to certo? Quem me contraria tá só de mimimi. Ainda bem que eu existo nessas redes sociais pra abrir os olhos dessas pessoas. Meus amigos/seguidores me acham demais, sou formador de opinião. Sou direito porque sou de direita. Bolsomito tem quer ser presidente, pra mostrar pra essa gente quem é que manda. Com isso me lembrei que tenho que manter minha intelectualidade e postar foto de um livro aleatório com a hashtag #culto, e ir até o site da Veja e copiar uma coluna qualquer pra mostrar que sou da elite. É tanta coisa que tenho que fazer pra ensinar o mundo o que é se dar ao respeito que nem sobra tempo pra eu postar uma foto do pôr-do-sol mostrando que eu amo a natureza, mas primeiro deixa eu jogar minha lata de cerveja pela janela.



Bom, agora tenho que voltar pra minha vida de sucesso: universitário que cola pra passar, implora pro professor não rodar por falta, dá migué no trabalho porque tá de ressaca, pega mulher a força e se ajoelha todo domingo na igreja. Pera aí, um snap antes: #partiu #serdireito. Logout.



Yuri Cidade

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O Uivo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page