top of page

Reflexos de um ser

Stop! Meu pensamento decola, preso ali no meu destino com infindos sabores quânticos que se dissolvem no ar, como bolhas de sabão a estourar. Feito a vida. Linda e finita. Do mais belo momento, eternizado por si só, à seu término mais breve. Espontânea. Perfeição por seu defeito. Fim e sofrimento. Porém, por si mesma ainda é bela. Aquarela. Pinta meu cotidiano. Às vezes com um arco-íris. Às vezes com sangue. No sertão. No mangue. Ou qualquer latitude existente neste chão-brasil, que de diversas cores é pintado. Vivenciado. Cultura em cada molécula. Da pedra à pérola. Somos o diamante bruto a ser lapidado. O pó divino a ser aspirado. Povo imaculado. Marcado e caminhante. Um instante, é o necessário pra termos esperança. Nem mesmo a vingança, há de nos parar. Devagar. Feito a erosão de uma duna, ou voo de uma pluma. Nossa evolução acontece E amanhece, um novo dia, uma nova luta e uma nova rotina. Essa mesma é nossa sina Ser e caminhar. E jamais se entregar.

Yuri Cidade

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page